sexta-feira, 31 de março de 2017

Pílula do Dia Seguinte - Efeitos Colaterais

O mundo está cada vez mais avançado. Atualmente, existem inúmeros métodos contraceptivos. Portanto, as mulheres ficam grávidas apenas se quiserem. A camisinha e a pílula do dia seguinte são os dois métodos mais usados, sendo que a utilização desta última é recomendada apenas em casos de emergências. A pílula do dia seguinte consiste em composto que impede a implantação do óvulo fecundado na parede do útero. Esse método é totalmente eficaz, mas pode apresentar alguns efeitos colaterais. Então, quer se informar sobre os efeitos colaterais da pílula do dia seguinte? Leia o artigo abaixo.

Pílula do Dia Seguinte

A pílula do dia seguinte é um dos métodos mais seguro para evitar uma gravidez indesejada. Ela é recomendada apenas em caráter de emergência, ou seja, quando a camisinha é corrompida durante o ato sexual ou o coito interrompido foi falho.


 Pílula do Dia Seguinte - Efeitos Colaterais
(Foto: Divulgação)  Pílula do Dia Seguinte Efeitos Colaterais

Efeitos Colaterais da Pílula do Dia Seguinte

Embora a pílula do dia seguinte seja totalmente eficaz e segura, ela pode apresentar alguns efeitos colaterais as consumidoras. É importante ter em mente que esses efeitos colaterais são ocasionais e podem surgir tanto no consumo da pílula de dose única quanto dupla.

Alguns dos principais efeitos colaterais

  • Engorda;
  • Diarreia;
  • Dor abdominal;
  • Náuseas;
  • Vômitos;
  • Dor de cabeça;
  • Cansaço excessivo;
  • Hipersensibilidade nos seios;
  • Sangramento fora do período menstrual;
  • Desregulação da menstruação, podendo adiantar ou atrasar o sangramento. 

Alguns desses efeitos colaterais podem surgir duas horas depois do consumo da pílula e pode durar até dois dias.

Contraindicação da Pílula do Dia Seguinte

A automedicação pode ser um grande problema para saúde das mulheres. Isto porque, muitas vezes, elas são alérgicas à certos compostos medicamentosos e consomem todos os tipos de remédios sem conferir a bula. Portanto, é essencial que leia a bula de qualquer medicamento, seja de prescrição médica ou não. A pílula do dia seguinte pode causar alguns problemas, caso seja utilizada durante a amamentação ou gravidez. Além disso, mulheres com distúrbios metabólicos, principalmente insuficiência hepática, obesidade mórbida, hipertensão, problemas hematológicos e vasculares também devem evitar esse medicamento.